Pátio dos Artistas - Quem somos?

Margarida Alberty sempre teve uma grande paixão pelas artes do espectáculo. 

Já em pequena, o que mais adorava, era fazer teatros para os amigos e família que a incentivavam e lhe reconheciam um grande jeito para ser artista. 

Aos 6 anos, a mãe, Amarina Alberty, proporcionou-lhe a realização de um grande sonho de criança. Inscreveu-a na Escola de Ballet de Elsa Mastbaum, uma professora rigorosa que queria apostar nela como futura bailarina profissinal. 

Mas lamentavelmente ou talvez não, a mãe não quis esse destino para a filha, e, aos 12 anos, para seu enorme desgosto, teve de deixar os tutus e as pontas pelo estudo das línguas. Licenciou-se em Filologia Germânica e tornou-se professora, herdando a profissão da mãe.  

Na Dança, só conseguiu mesmo realizar-se através da sua filha que seguiu a carreira e foi bailarina da Companhia Nacional de Bailado.

Vera da Veiga Ventura Alves: o orgulho da mamã.

Por ser uma professora com ideias teatrais, nunca se sentiu bem em leccionar nas escolas públicas que obedeciam a regras muito restritas que não deixavam espaço para a criatividade e imaginação dos alunos. 

Resolveu então criar a sua própria escola e desenvolveu um método divertido para ensinar a Língua Portuguesa a Estrangeiros. Foi assim que começou a Margarida’s School, Escola de Línguas do Estoril.  Ver reportagem da RTP no youtube.

www.margaridaschool.com

O bichinho do palco, contudo, nunca a abandonara e, em casa, com os seus 3 filhos era fazer filmes atrás de filmes. Uma paródia permanente. 

Aos 38 anos, após duas grandes cirurgias devido a cancro do cólon, disseram-lhe que teria apenas seis meses de vida. Foi então que recusando o tratamento de quimoterapia, decidiu inscrever-se no Beco das Artes e realizar o seu sonho antigo: ser actriz e encenadora. Nada tinha a perder...

Tirou um Curso de Teatro com ”OS SATYROS” e fez algumas apresentações no Chapitô: “O URSO”, “CENAS de CHARLES CHAPLIN”, “A HISTÓRIA DA CIGARRA E DA FORMIGA”,           "A METAMORFOSE" entre outros.

 No Teatro ABC: “AS NUVENS” e “A LENDA DOS SAPATOS VERMELHOS”,

 em Torres Novas e no Teatro Experimental de Cascais: “ANTES DE COMEÇAR”. 

Depois foi convidada pela NBP para participar na telenovela: “O PRIMEIRO AMOR”. 

 O facto é que o seu sonho realizado de finalmente pisar o palco, devolveu-a à vida e no teatro encontrou a cura para o seu mal.

O Pátio dos Artistas surge no seguimento do programa de férias da Margarida’s School.                            Os Cursos de Verão para crianças “TUDO EM INGLÊS” rapidamente se tornaram num enorme sucesso. 

O projecto continuou durante o ano lectivo e deu origem à peça de teatro “Hansel & Gretel in the woods”. Foi o primeiro Musical, encenado por Margarida Alberty. 

Seguiu-se “The Tin Soldier” e “How the Grinch stole Christmas”.

Urashima Taro e o Reino do Fundo do Mar" foi um enorme sucesso e contou com um elenco de mais de 100 participantes. Baseado num conto tradicional japonês que o seu avô Ricardo Alberty lhe contava em pequena.  

"Make a Wish" apresentado no Natal de 2010 foi outro momento mágico e extremamente gratificante por ser uma história inédita da sua autoria. Seguiram-se " Alladin and the Magic Lamp", The Sound of Music", "Shining Stars" e "Christmas Around the world".

Poderá ver todos estes espectáculos no Youtube do Pátio dos Artistas, divididos em 4 partes!

Os espectáculos com crianças que são os actores, cantores e bailarinos, e a magia do palco preenchem-lhe a vida,  enchem-lhe a alma. 

Depois de uma missão de voluntariado no Cambodja, decidiu que o Pátio dos Artistas existiria para apoiar o Butterfly Art Studio, uma escola gratuita para as crianças desfavorecidas no Cambodja.

Saiba mais em: www.helpchildrencambodia.com